O Estúdio de Pilates no Porto

O que é Pilates?

O pilates é uma modalidade que utiliza o peso do próprio corpo na sua execução e tem por base a contrologia, ou seja, trabalha a força e a flexibilidade do corpo, de forma equilibrada e com o controlo dos movimentos.

Esta modalidade proporciona uma reeducação do movimento e permite também melhorar a respiração, corrigir a postura, prevenir lesões e reduzir o stress.

Quem pode frequentar aulas de pilates?

O pilates destina-se a pessoas de qualquer idade, sexo ou condição física, incluindo grávidas ou idosos. O objetivo principal é adaptar os exercícios do método a cada corpo, visando sempre a melhoria da condição física e da saúde.

A modalidade é aplicada em cada pessoa de forma distinta, pois todos os corpos são diferentes. É necessário ter em conta características como o histórico de saúde, a morfologia e lesões ou patologias já existentes. Com essas informações, desenvolve-se um programa individual específico adequado a cada praticante.

A modalidade pode ser praticada através de dois tipos de aulas diferentes: em mathwork (colchão) e nos apparatus (máquinas). Conheça as nossas aulas.

Na gravidez, por exemplo, são vários os benefícios.

Saiba mais sobre pilates para grávidas.

062

Melhore a sua Postura!

CENTRO DE FORÇA

Inspire-pilates-icone-3

Os músculos do núcleo são responsáveis ​​por sustentar a coluna e os órgãos internos. Durante a prática de pilates, todos os movimentos devem começar com a ativação desta zona.

CONTROLO

Inspire-pilates-icone-1

Para alcançar um corpo tonificado, os movimentos precisam de ser controlados, esse princípio está intimamente ligado ao foco.

6
princípios
do pilates

FLUIDEZ

Inspire-pilates-icone-9

Este princípio é responsável por criar movimentos leves. Seu corpo deve fluir entre os movimentos que os conectam naturalmente.

RESPIRAÇÃO

Inspire-pilates-icone-8

A respiração deve estar sempre sincronizada com o movimento. Inspirar e expirar deve ser natural para acompanhar o trabalho muscular.

PRECISÃO

Inspire-pilates-icone-7

A precisão afeta a qualidade com que o movimento é executado.

CONCENTRAÇÃO

Inspire-pilates-icone-2

"A mente controla o corpo" - Joseph Pilates. Quando se concentra na mente, ela transforma o pensamento em movimento, completando-o com eficiência.

CENTRO DE FORÇA

Inspire-pilates-icone-3

Os músculos do núcleo são responsáveis ​​por sustentar a coluna e os órgãos internos. Durante a prática de pilates, todos os movimentos devem começar com a ativação desta zona.

CONTROLO

Inspire-pilates-icone-1

Para alcançar um corpo tonificado, os movimentos precisam de ser controlados, esse princípio está intimamente ligado ao foco.

FLUIDEZ

Inspire-pilates-icone-9

Este princípio é responsável por criar movimentos leves. Seu corpo deve fluir entre os movimentos que os conectam naturalmente.

RESPIRAÇÃO

Inspire-pilates-icone-8

A respiração deve estar sempre sincronizada com o movimento. Inspirar e expirar deve ser natural para acompanhar o trabalho muscular.

PRECISÃO

Inspire-pilates-icone-7

A precisão afeta a qualidade com que o movimento é executado.

CONCENTRAÇÃO

Inspire-pilates-icone-2

"A mente controla o corpo" - Joseph Pilates. Quando se concentra na mente, ela transforma o pensamento em movimento, completando-o com eficiência.

As vantagens da prática de pilates

A modalidade proporciona grandes alterações no corpo e mente do praticante, ajudando-o a ter uma maior consciência do seu próprio corpo. Como tal, deve ser o mais individualizado possível. Se, por exemplo, está a tentar emagrecer, a prática da modalidade pode ajudar na perda de peso.

Saiba mais sobre a prática e beneficios de pilates aqui.

095

Os 6 princípios do Pilates

  • Centro de Força: Conjunto de músculos responsáveis por sustentar a coluna e órgãos internos. Durante a prática da modalidade, todos os movimentos devem começar a partir da ativação desta região.
  • Concentração: Como Joseph Pilates disse, “A mente controla o corpo”. Através da concentração, a mente transforma o pensamento em movimento e realiza-o com eficiência.
  • Controlo: Para conseguir a tonificação desejada, é importante controlar os movimentos. Este princípio está muito relacionado com a concentração.
  • Fluidez: Este princípio é responsável por ajudar na leveza dos movimentos. Através da fluidez, o praticante conseguirá ligar os vários movimentos.
  • Precisão: A precisão está relacionada com a qualidade e controlo da execução do movimento. Desta forma, não existirão gastos desnecessários de energia.
  • Respiração: A respiração deve ser sempre coordenada com o movimento. A expiração e inspiração deve ser o mais natural possível para acompanhar o trabalho muscular.

Os 6 princípios do Pilates

  • Centro de Força: Conjunto de músculos responsáveis por sustentar a coluna e órgãos internos. Durante a prática da modalidade, todos os movimentos devem começar a partir da ativação desta região.
  • Concentração: Como Joseph Pilates disse, “A mente controla o corpo”. Através da concentração, a mente transforma o pensamento em movimento e realiza-o com eficiência.
  • Controlo: Para conseguir a tonificação desejada, é importante controlar os movimentos. Este princípio está muito relacionado com a concentração.
  • Fluidez: Este princípio é responsável por ajudar na leveza dos movimentos. Através da fluidez, o praticante conseguirá ligar os vários movimentos.
  • Precisão: A precisão está relacionada com a qualidade e controlo da execução do movimento. Desta forma, não existirá gastos desnecessários de energia.
  • Respiração: A respiração deve ser sempre coordenada com o movimento. A expiração e inspiração deve ser o mais natural possível para acompanhar o trabalho muscular.

Conheça aqui alguns exercícios de pilates!

Aplique estes 6 princípios nos seus exercícios.